segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

O Tempo Chegou e o Brasil Quebrou! Pobre de nós Brasileiros...

Logo no início do governo Lula em 2002, após o escândalo do mensalão, comecei a perder as esperanças no futuro e no governo petista. Foi o maior escândalo que tivemos notícia envolvendo gente grande do governo. Conseguiram livrar a barra do Lula, mas sua imagem ficou maculada. Hoje, catorze anos após, treze anos comandando o país – duas vezes com Lula e agora com a Dilma -, podemos fazer uma avaliação do efeito petista para o Brasil. Vou por partes:
Educação: Acho que pioramos! De 65 países avaliados ficamos na posição 53. Terrível! O pior ensino das Américas. Nada foi feito para melhorar a qualidade do ensino, pelo contrário, tudo que se pôde fazer para atrapalhar e dificultar foi feito. Tentam massificar o ensino com programas para se entrar em universidades, cotas raciais (segregação pura) e outras trapalhadas, mas nada é feito para melhorar o ensino fundamental, como também melhorar a qualidade de vida e estimular os docentes que no ensino básico atuam. Aliás, nada é feito para estimular os docentes em nível algum. Sem Educação nada conseguiremos e vamos continuar a patinar sem sair do lugar, ou pior, vamos piorar.
Saúde: O SUS criado com a constituição de 1988 acabou! Isso mesmo acabou! Hoje, a saúde pública não existe em qualquer lugar deste país. Os políticos e presidente e ex-presidente se tratam, pois não são bobos, no Hospital Sírio Libanês. Fogem do serviço público sucateado, com profissionais desestimulados e onde somente os cidadãos de segunda classe devem procurar atendimento. Quem tem um pouquinho de dinheiro sobrando compra um plano de saúde, que hoje está se tornando a tábua de salvação da saúde nacional. Com o previsível inchaço dos planos de saúde os serviços pioraram e o quê o Governo faz? Regras e mais regras e punições contra os planos. Limita tempo para marcação de consultas, procedimentos e etc. Entretanto, só nos hospitais federais do Rio de Janeiro existem mais de 1200 pessoas aguardando em lista de espera para serem operadas. Falta investimento e seriedade com a saúde pública. O atual ministro segue orientações explícitas do Lula e está fazendo campanha para o governo de São Paulo. Com isso sobram planos mirabolantes, propaganda enganosa e ataque direto aos médicos, que no entender do governo são os únicos culpados pelas mazelas da saúde no Brasil. Pobre Brasil e povo sério que por aqui vive.
Economia: Com o plano Real em 1994 conseguimos debelar a inflação que corroía nossas entranhas. Mas depois de 12 anos de petismo estamos caminhando para a destruição do Plano Real e ainda vão falar que foi um plano mal feito, pois não durou mais do que 20 anos. A Inflação voltou e voltou feia. Estamos assistindo a pantomima protagonizada por um ministro da fazenda que é mestre em fazer malabarismo e não no economês, mas sim no enrolês. Um dos piores PIBs dos países em desenvolvimento, um crescimento ridículo, impostos cada vez maiores. Aliás, pagamos impostos como países da Escandinávia e recebemos em troca serviços da Etiópia. Financiamos com nossos impostos bolsas e mais bolsas que hoje não são mais assistenciais e sim eleitorais. Os petistas não fazem mais nenhum presidente sem essas bolsas. Que país sobrevive a tamanho assistencialismo barato sem uma política de inclusão séria? Nesse caminho iremos sucumbir!
Segurança pública: Quem hoje tem mais de 50 anos sabe o que é viver na tranquilidade e poder andar nas ruas sem medo, especialmente à noite. Hoje e nesses 12 anos de partido dos trabalhadores podemos dizer que perdemos nossa liberdade. A violência que já vinha crescendo antes do Lula ficou endêmica, ou melhor, epidêmica. A equação que resolve o problema é fácil: Educação= Inclusão= Desenvolvimento= Segurança= Crescimento= Igualdade= Distribuição das riquezas. Não adianta criar um exército de policiais militares para ocupar comunidades sem resolver os problemas fundamentais. Somos prisioneiros e cada vez mais prisioneiros.
Transporte público: Péssimo! Em mãos de empresários inescrupulosos, mafiosos, que só querem ganhar e nada dão em troca. Estamos ainda no tempo dos ônibus lotados, poluidores e quentes. Passagem cara! Onde está o transporte de massa de qualidade e digno? Cadê as ferrovias? Que investimento se fez nas rodovias? A política do governo de dar um carro para todos com financiamentos a se perder de vista só piorou a qualidade já ruim de nosso transporte.
Petrobras: Quebrou! O governo conseguiu quebrar a Petrobras. Seu Lula mandou fazer à força 5 refinarias, quando na verdade só se poderia fazer no máximo 2. Esta foi só uma das trapalhadas deste senhor, que de uma forma contínua começou a destruir o Brasil e a Petrobras. E o controle do preço da gasolina? Trapalhada do atual governo, ou da senhora Dilma.

Em resumo, o Brasil piorou com os governos do partido dos trabalhadores! Temos que mudar e quem está lá em cima tem que sair e dar a vez para outro tentar solucionar os muitos problemas que temos. Precisamos mudar antes que nos transformemos em Venezuela, Argentina ou Equador, ou seja, tudo que existe de mais retrógrado no mundo atual. Acho que o povo brasileiro é inteligente o suficiente para analisar e verificar o quanto pioramos e os riscos que estamos correndo com esses incompetentes a comandar o navio Brasil.

Nenhum comentário:

Loading...

Livros Interessantes

  • 1808 - Laurentino Gomes
  • 1822 - Laurentino Gomes
  • 64 Contos de Rubem Fonseca
  • A Cabana - William P. Young
  • A Farsa - Christopher Reich
  • A Teoria da Relatividade Especial e Geral - Albert Einstein
  • Agosto - Rubem Fonseca
  • Cidade de Ladrões - David Benioff
  • Como Vejo o Mundo - Albert Einstein
  • Dom Casmurro - Machado de Assis
  • GOG - Giovanni Papini
  • Mandrake: A Blíblia e a Bengala - Rubem Fonseca
  • Memórias Póstumas de Bras Cubas - Machado de Assis
  • O Andar do Bêbado - Leonard Mlodinow
  • O Círculo dos Mentirosos - Jean-Claude Carriere
  • O Imperador (4 Volumes) - Conn Iggulden
  • O Livro dos Livros Perdidos - Stuart Kelly
  • O Mestre de Quéops - Albert Salvadó
  • Para Ler Como Um Escritor - Francine Prose
  • Pós-Guerra - Tony Judt
  • Quem Somos Nós? William Arntz, Betsy Chasse, Mark Vicente
  • Rio das Flores - Miguel Sousa Tavares
  • Ser Feliz - Will Fergunson
  • Simplesmente Einstein - Richard Wolfson
  • Solar - Ian MacEwan
  • The Einstein Theory of Relativity - H.A. Lorentz
  • Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos - Rubem Fonseca